LISBOA

Lisboa

Situada no estuário do tejo, a capital de Portugal é o principal centro de comunicações do país. Lisboa é constituida por uma zona alta, com ruas estreitas e tortuosas, e por uma zona baixa, de aspecto moderno e grandioso, com muitas avenidas e amplas praças.
Lisboa, provalmente de origem fenícia, foi uma colónia romana. Ocupada pelos mouros (714), foi conquistada por D. Afonso Henriques (1147). Capital de Portugal desde 1245, Lisboa foi um importante centro comercial. No entanto, a sua prosperidade começou a declinar com a ocupação espanhola (1580-1640). Depois da insurreição de Lisboa (1910), foi instaurada a República de Portugal. A revolução de 1974 pôs, por sua vez, fim ao regime de Salazar.
A cidade foi fortemente danificada por várias catastrofes: o aspecto actual da Baixa de Lisboa data da reconstrução após terramoto de 1755 e o incêndio do Chiado em 1988.
Lisboa é um centro cultural bastante activo e importante, sede de duas universidades, da Excelente Biblioteca Nacional e de numerosos museus, e de vários jardins destacando-se o Jardim Botânico um dos mais bonitos da Europa.
Lisboa conta com mais de 750.000 mil habitantes, tendo como aeroporto Principal, o aeroporto Internacional de Lisboa, ou também conhecido por aeroporto da Portela.

Lisboa Eléctricos

BAIRROS HISTÓRICOS E MONUMENTOS DE LISBOA

ALFAMA
Alfama é um dos bairros mais típicos de Lisboa, com sua arquitectura típica cidade árabe e medieval com ruas estreitas, sendo um dos poucos sítios de Lisboa que sobreviveu ao Terremoto de Lisboa de 1755. É em Alfama que se encontram a maioria das casas de Fado, onde se pode desfrutar de vários espectáculos ao vivo. Em Alfama, distinguem-se o Castelo de São Jorge, na colina mais alta do centro da cidade, a Sé de Lisboa, o Panteão Nacional e a Feira da Ladra e o Miradouro de Santa Luzia.

BAIRRO ALTO
O Bairro Alto é um bairros típicos de Lisboa, situado no centro da cidade, acima da baixa pombalina. É uma zona de comércio, entretenimento e habitacional. Actualmente, o Bairro Alto é um lugar de “reunião” entre os jovens da cidade, e uma das principais zonas de divertimento nocturno da capital. Aqui concentram-se tribos urbanas, que possuem os seus lugares de reunião próprios. O fado, ainda sobrevive nas noites do bairro. As pessoas que visitam o Bairro Alto durante a noite são uma miscelânea de locais e de turistas.

Bairro Alto

BELÉM
Junto à zona ribeirinha do Tejo, a poente do centro da cidade encontra-se Belém, representante da cidade da época dos Descobrimentos. Podemos ver nesta zona duas construções classificadas pela UNESCO como Património da Humanidade: o Mosteiro dos Jerónimos, mandado construir pelo Rei D. Manuel I em 1501 e o melhor exemplo do denominado Estilo Manuelino, cuja inspiração provém dos descobrimentos, estando também associado ao estilo gótico e algumas influências renascentistas. O mosteiro custou o equivalente a 70 kg de ouro por ano, suportados pelo comércio de especiarias. Os restos mortais de Luís Vaz de Camões, autor de Os Lusíadas, repousam no Mosteiro, e também o grande descobridor Vasco da Gama. Muito perto do Mosteiro dos Jerónimos, encontra-se a Torre de Belém, construção militar de vigia na barra do Tejo, o grande “ex-libris” da cidade de Lisboa e uma preciosidade arquitectónica. Para além disto, no Bélem se localiza o Padrão dos Descobrimentos, o Palácio de Belém, residência oficial do Presidente da República, o Museu Nacional dos Coches, o Museu da Electricidade, a Igreja da Memória e o Centro Cultural de Belém.

Lisboa – Belém

ESTRELA
Esta parte de Lisboa, inclui um dos parques mais famosos e antigos da capital, o Jardim da Estrela, que foi criado há mais de 100 anos, e foi inspirado pelo Hyde Park, em Londres. A Basílica da Estrela, com um estilo Barroco-Neoclássico, é a principal atracção desta zona da cidade. A Assembleia da República e o Cemitério dos Prazeres, são também outros dois pontos importantes da cidade, que se localizam neste zona da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>