DUBLIN

Dublin

A cidade de Dublin na Irlanda foi fundada na baía homónima, no local onde o rio Liffey desagua no mar da Irlanda. A cidade de Dublin compreende das duas margens que são ligadas por dez pontes. As ruas estreitas e serpenteantes da zona antiga, no sul, contrastam com o traçado moderno do resto da cidade, com avenidas largas, praças grandes e zonas residencias. No bairro antigo destaca-se o castelo, construído entre os séculos XIII e XVI, que se ergue sobre um monte. Também são de interesse a catedral católica de São Patricio, do século XII, e a protestante Christ Church, erigida no século XI.

Actualmente Dublin tem uma população estimada em pouco mais de 505 mil habitantes.
A maioria dos visitantes chegam a Dublin por meio do Aeroporto Internacional de Dublin, situado cerca de 10 km ao Norte da cidade. Esse aeroporto oferece uma grande quantidade de vôos, tanto nacionais como internacionais e recebe a maior parte do tráfego aéreo de todo o país.

CASTELO DE DUBLIN

O Castelo de Dublin desempenhou numerosos papéis ao longo da sua história. Originalmente construído como uma fortificação defensiva para a cidade normanda de Dublin, evoluiu, mais tarde, para residência real, sendo habitado pelo Lorde-tenente da Irlanda, ou Vice-rei da Irlanda, o representante do monarca britânico naquele território. O número dois na administração do Castelo de Dublin, o Chefe de Secretaria para a Irlanda também tinha ali gabinetes.
Ao longo dos anos o parlamento e tribunais reuniram-se no castelo antes de se mudarem para instalações propositadamente construídas para esse fim. Também serviu como guarnição militar. Após a formação do Estado Livre Irlandês em 1922, o castelo assumiu imediatamente as funções de complexo judicial, uma vez que o edifício dos Four Courts (“Quatro Tribunais”), nos cais Liffey, havia sido seriamente danificado durante a Guerra Civil -um papel que desempenhou durante a primeira década do novo estado independente.
Também foi decidido, na década de 1930, que a tomada de posse do primeiro Presidente da Irlanda, Douglas Hyde, em 1938, teria lugar no Castelo de Dublin, tendo o edifício acolhido essa cerimónia desde então. O castelo também é usado para hospedar visitas de estado, assim como para compromissos de negócios estrangeiros mais informais, banquetes de Estado, lançamentos de política governamental, servindo ainda de base central para a Presidência Europeia quando a Irlanda recebe aquele organismo, aproximadamente a cada dez anos.
O Castelo de Dublin é, actualmente, mantido pelo Gabinete de Obras Públicas (Office of Public Works), e aloja, entre outras coisas, gabinetes dos Comissários de Receita (Revenue Commissioners), no edifício do século XX existente no extremo do pátio do castelo, alguns elementos do próprio Gabinete de Obras Públicas, numa antiga área de estábulos, e algumas funções da polícia irlandesa, a Garda Síochána.

Dublin Castelo

BAÍA DE DUBLIN

A Baía de Dublin (Cuan Bhaile Átha Cliath, em irlandês) é um delta localizado no Mar da Irlanda, na costa leste da Irlanda. A baía tem aproximadamente 10 km em extensão de norte a sul. Dublin, capital da República da Irlanda, é banhada pela baía.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>